São Bento

“Houve um homem de vida venerável”.

Com essas palavras, o papa São Gregório Magno, inicia a narrativa da vida de São Bento de quem era discípulo no seu Segundo Livro dos Diálogos. Ele apresenta a trajetória de São Bento desde jovem nobre estudante em Roma, passando pela vida solitária de eremita em Subiaco até chegar a Montecassino, de onde, depois de fundar mosteiros, realizar muitos milagres e, acima de tudo, viver uma vida santa, “querendo agradar somente a Deus”, subiu ao Céu “por um caminho de luz”.

São Bento escreveu também uma Regra para os monges.
Seus discípulos espalharam a fé, a cultura, o trabalho e a vida monástica pelo mundo inteiro ao longo dos séculos e até os dias de hoje.